Introdução

Desde que me conheço por gente, escuto e também reclamo da política brasileira, situação que vem piorando ao passar dos anos, por motivo do povo estar perdendo a noção dos princípios morais. O mundo político é uma representação de nossa sociedade, onde há honestos e desonestos, os desonestos ganham espaço porque os honestos se calam, ou não sabem como agir. Lembrem-se: “onde bandido manda o povo paga”.

Na ultima eleição a deputado pretendia votar em um determinado candidato, por ter um passado conhecido e limpo, porem antes de dar meu voto fui verificar o que havia feito em seu mandato anterior, para minha surpresa, seus projetos eram: nomes de praças, nomes de ruas, etc: como outros projetos fúteis de outros deputados: dia da pizza, dia do mel, etc. Projetos votados a alto custo, pago pelo povo.

Daí surgiu a vontade de elaborar um veiculo que tenha por finalidade, publicar idéias do povo discutidas pelo povo, e que possam serem aproveitadas por aqueles políticos honestos que não tem idéia de como ajudar nosso País.

Declaro que não represento nenhum partido politico, minha intenção é por um Brasil melhor.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

A QUEDA DA MASCARA


Nasci em São Paulo, ano de 1954, portanto fui criado e educado na época do governo militar que assumiu em 1964 e ficou no poder até 1985.

Meu pai trabalhava na produção do jornal A Gazeta, era impressor, eu com 10 anos de idade, lembro vagamente quando do chamado golpe, meu pai em horário de trabalho voltou para casa,  preocupado, ficamos trancados e ele de ouvidos ao rádio para saber a real situação, pois a impressora teria sido parada e a redação ocupada pelos interventores, passaram-se alguns dias até ele ser chamado de volta ao trabalho,  havia ainda preocupação sobre o que se podia ou não comentar, mas aos poucos a vida foi tomando seu rumo normal, ainda criança minhas únicas preocupações eram estudar e brincar, brincava sem medo de violência, em ruas de terra com algumas áreas ocupadas por vegetações altas; na escola, ginásio, corria a boca pequena que haviam olheiros a mando dos militares para prender quem falava mal a respeito do atual regime, uma grande preocupação para nós que nada entendíamos de politica, mas a vida foi correndo, o medo suprimido, pouco se falava em racismo, em homossexual, não haviam cotas, indigentes pedindo esmolas,  nesse período conheci uma pessoa que morava perto de casa,  alguns anos adiantado ao meu estudo, foi influenciado por professores a exercer leituras sobre o comunismo, Karl Marx, ficou vislumbrado pela fantasia, chegou a relatar sobre seu engajamento ao grupo VPR, opositor ao regime da época. Em 1969 A Gazeta foi vendida, meu pai perde o emprego e 5 dias antes de completar 15 anos acaba minha infância, por necessidade comecei a trabalhar, vida nova e novas amizades, com mais informações sobre a política e o regime vigente, noticias sobre os atentados por grupos de guerrilhas,  vim a descobrir que os tais olheiros não estavam espalhados na sociedade para nós punir e sim para nós proteger dos fanáticos, os anos seguintes foram muito bons, finais de semanas saia com amigos, curtíamos festas, bailes, passeios, emendávamos sábado com domingo, voltávamos na madrugada de condução ou a pé, por algumas ocasiões fomos abordados por policiais que pediam para encostarmos na parede, batiam revista, pediam nosso documento, perguntavam de onde vinhamos, nossos endereços e ao devolverem nossos documentos nós agradecíamos a eles pelo trabalho que prestavam, pois nos dava segurança, assim cresci me formei técnico em química, fiz outros cursos a nível técnico, faculdade de administração. Meu interesse pela política aumentou quando dos movimentos de diretas já, pois achava que os brasileiros não estavam preparados para viverem em liberdade total, pois confundia ainda anarquismo com anarquia, fui criticado na faculdade por minha opnião. No decorrer do período relatado, nunca houve um amigo, colega de escola ou de trabalho que tenha sido agredido ou torturado por autoridades.

Em 1985 são abertas as porteiras do Brasil, conflitos econômicos, inflação comendo salário dos trabalhadores, os revolucionários querem tomar o poder, seguindo o decálogo mencionado no livro de Lênin, Lula promove greves, grupos de sem teto, sem terra, etc, conquista a confiança na base da bagunça e mentiras, divide a sociedade em trabalhadores e colarinhos brancos, chega a presidência em jan/2003 até jan/2011, com a chegada da internet a velocidade de informação tornam publicas as mazelas politicas, descobre-se que o pilar do atual poder é a mentira, seu único objetivo e tomar a Pátria como sua, escravizar o povo.

Com os bandidos no poder inicia se um trabalho para a desmoralização militar, ‘a Comissão Nacional da Verdade’, aprovam renda mensal aos guerrilheiros, valor superior a aposentadoria dos trabalhadores, em 05/06/2011 a jornalista Mírian Macedo, até então torturada pelos militares, torna publica a confissão de que a tortura fora uma mentira implantada pelos grupos comunistas, fonte: blogdemirianmacedo.blogspot.com.br, para por a população contra os militares e ajudar na conquista do poder, coisa não conseguida em gerações passadas.

Final de 2014, PT 12 anos no poder, economia do Brasil destruída, na base da mentira e fraude nas urnas conquista mais um mandato presidencial para o grupo, só que logo no inicio de mandato não foi possível sustentar todas as mentiras, o povo se revolta e pede investigações, surgem informações da drenagem econômica em favor aos políticos, destruição da Petrobras e outros patrimônios, tentam a todo o custo abafar e dar proteção aos bandidos. As ruas são tomadas pelos brasileiros pedindo o fim do império PTista, não queremos o comunismo queremos liberdade e dignidade, enfim 2016, em curso pedido de impeachment de Dilma Vana Rousseff, que fez parte dos grupos de luta armada, COLINA e VAR-Palmares.

NÃO HOUVE DITADURA MILITAR; NÃO HOUVE TORTURA COMO PAPAGAIO CANTOU; HOUVE MORTE DE AMBOS OS LADOS, MAS QUEM ATACAVA ERAM OS TERRORISTAS, O EXERCITO ESTAVA TENTANDO MANTER A SOCIEDADE INTEGRA, IMPOR A ORDEM, A DIGNIDADE E A LIBERDADE; OS GUERRILHEIROS LUTARAM PELO COMUNISMO NÃO PELA DEMOCRACIA.

JOVENS ELEITORES:

Aconselho que leiam:

A verdade sufocada - Carlos Alberto Brilhante Ustra

O Golpe de 1964. O real motivo foi um contra golpe pelo exercito, os Comunistas queriam tomar o pode

Blogdemirianmacedo.blogspot.com.br – (03/06/2011) A verdade: eu menti.

Decálogo de Lênin – (A cartilha dos comunistas).

Pesquisem sobre Cuba.

Pesquisem sobre os grupos ALN; MR-8; COLINA; VAL-Palmares, etc

Pesquisem pelas grandes obras feitas no período do Governo Militar, vejam quanto o País cresceu nesse período. Conversem com pessoas que viveram a época, as reclamações virão dos comunistas/imprensa, não dos trabalhadores. Vejam quantos foram exilados e retornaram ao País, se a tortura relatada fosse real estariam mortos e não tomando o poder.

2 comentários:

  1. Dez./2016, Dilma caiu mas ainda não estamos livres do PT, muitos continuam em seus cargos e ainda tentam destruir nossa Pátria, temos de tomar muito cuidado nas próximas eleições, pois estão em debandada para outros partidos mas sua ideologia continua. Comunistas e ladrões infiltrados continuam a serem comunistas e ladrões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimo o seu relato, Adilson. O comunismo ainda usa de outras faces e mecanismos para perpetuar. É um regime sem limite de respeito, sem fronteiras entre países. Pelo contrário, é ensinado que os países acabaram com o comunismo e não o contrário. Nossos professores petistas alegavam em 1990 que a URSS acabou com o comunismo. Foi o contrário: o comunismo que acabou com aqueles países. Este regime corroeu Cuba nesses 50 anos.

      Excluir

Ideias politicas